Blog

Como o teste de DNA em pescado pode ajudar no combate à fraude

A fraude por troca de espécies em pescados vem se tornando uma preocupação crescente para players da indústria de pescados no Brasil.

Muitas vezes, o peixe é fornecido já descaracterizado, em postas, filés ou lascas. O alto grau de processamento do produto leva à dificuldade em identificar a espécie de origem. Não raro, o comprador desconfia de que está levando gato por lebre, mas não tem como provar.

O teste de DNA em pescado pode ser utilizado nestes casos para certificar a espécie. Para isso, as amostras do produto são levadas ao laboratório onde o DNA é analisado e a espécie é identificada. O laboratório emite um laudo para aquela amostra, que pode ser utilizado como uma ferramenta para qualificação de fornecedores.

Veja abaixo o processo que a Myleus utiliza em laboratório. A figura foi veiculada pela Revista Seafood Brasil na reportagem “Um Problema Mundial“, que retrata a fraude em pescados.

 

Além de serem aliados do setor de qualidade em alimentos, os testes de DNA podem também ser utilizados como uma ferramenta de marketing, de maneira a diferenciar os produtos com garantia de origem. O selo “Está no DNA” é uma ótima alternativa para agregar valor a estes produtos.

A sua empresa toma as medidas necessárias para se proteger contra a fraude? A Myleus oferece os testes de DNA para ajudá-lo a se prevenir. Entre em contato conosco!

Comente com o Facebook

Write a comment